AVES-News
Jornal do Agrupamento Vert. de Escolas de Silvares
Pesquisa

Por Susete Alves (Aluna, 8ºC), em 2012/02/071402 leram | 0 comentários | 274 gostam
O que fomos nós?
A felicidade no seu pretérito mais que perfeito.
O que somos nós?
O carinho no seu presente.
O que seremos nós?
O amor no seu futuro próximo.
Seremos uma analepse dos bons momentos;
E uma prolepse quando aparecerem os maus.
Somos uma hipérbole que explode Amor
Uma metáfora que te compara ao Sol
E uma enumeração de felicidade e amor,
Que atravessa janelas, portas, paredes, casas e chega ao Sol.
Somos versos brancos, símbolo de paz,
Versos tradicionais de São Valentim,
Ou até mesmo versos livres de tristeza.
A estrofe da nossa vida é irregular,
Tem mais de dez dias de felicidade,
Mais de dez meses de carinho,
E mais de dez anos de amor.
E para que o nosso conto não passe de uma hipérbole,
Com exageros que na realidade são versos brancos,
Termino o meu poema, na esperança de ver teu sorriso,
Para que a nossa vida seja a história deste conto resumido.


Comentários

Escreva o seu Comentário
 



publicidadepublicidadepublicidade